Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

A Chávena de Inês

 

DSCF2352.JPG

 

Inês era uma jovem professora, que havia sacrificado a sua vida pessoal para poder desempenhar a profissão de que tanto gostava: ser professora primária. Natural de Lisboa, corria o país para ministrar o seu magistério. Nos anos cinquenta, acabaria por se fixar no Alentejo, onde permaneceria mais de 40 anos a ensinar as crianças daquelas paragens.

 

Para além da sua profissão, como era muito habilidosa, nas horas mortas em que a família fazia falta, a professora entretinha-se a pintar chávenas e outras louças. Havia aprendido o oficio com a sua tia, natural de Aveiro e operária da fábrica Vista Alegre.

 

Esta chávena, assinada pela professora Inês, pertencia ao seu espólio, posto à venda pelos seus sobrinhos.