Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

A Travessa Mais Bela do Alentejo

DSCF8938.JPG

 

 

Alentejo, terra de cantares belos e dolentes, perpretados por homens e mulheres do povo. Grupos bem trajados cantam o amor à terra, a saudade, a solidão... Nas suas vozes soa a beleza e a inquietude de um povo, cujas mãos calejadas do duro trabalho, também afagam os seus filhos, carregando nelas todas as sementes da Portugalidade. Tão doce canto do sul, seria reconhecido pelo mundo, tornando-se património mundial.

 

DSCF8974.JPG

 

Mas antes do reconhecimento internacional, no nosso Portugal já se valorizava o canto de um povo. Na olaria de Feliciano Agostinho, em Viana do Alentejo, seria produzida uma travessa que prestava tributo à cultura alentejana e ao cante. Pintada à mão por um artista local, um grupo de alentejanos, de negro trajados, lenço ao pescoço, cantando o seu destino, o destino de um povo, decorava a travessa, de uma beleza única.

 

Quer continuar a fazer a história desta peça? https://olx.pt/anuncio/prato-em-cermica-portuguesa-cante-alentejano-IDyV6nL.html

 

 

O Prato dos Bebés Bem Nascidos

pratoursinhos1.jpg

 

A família era numerosa, de grandes tradições monárquicas e com uma longa história conhecida. Pessoas dignas, com posses e nobreza tal que tratavam os seus serviçais como pessoas que também eram. Essa boa família tinha, contudo, uma tradição: quando nascia um novo bebé, era presenteado, entre outras coisas, com um belíssimo prato de porcelana inglesa com ursinhos, da casa Copeland and Garrett, com grande tradição no Reino Unido.

 

pratoursinhos2.jpg

 

 

Contudo, com o advento da crise, um ramo desta família entrou economicamente em declíneo devido a uma série de maus investimentos. Da grande casa de família não restou quase nada, nem os pratos dos bebés, que deles não querem saber. Da infância, já nem querem lembrar o que perderam...

 

Quer continuar a fazer a história desta peça?  https://olx.pt/anuncio/prato-ingls-ursinhos-IDySdXW.html

 

 

 

Os Potes da Cozinha da Avó

potescozinha1.jpg

 

 

Na cozinha da minha avó, em Lisboa, numa prateleira junto ao fogão, vivia um conjunto de potes em cerâmica, pintados à mão, onde se guardavam as leguminosas, a farinha, café, entre outros ingredientes indispensáveis à boa cozinha portuguesa. Em todas as cozinhas portuguesas, não poderia faltar este conjunto de utensilios. Havia-os em várias formas e materiais: de plástico ou de cerâmica, de acordo com o gosto ou as possibilidades da cozinheira...

 

potescozinha2.jpg

 

 

Os potes que aqui são apresentados são oriundos de uma dessas cozinhas das nossas avós. São pintados à mão e com um formato bastante invulgar, parecendo verdadeiros potes de farmácia. Não têm marca, mas a sua beleza e graciosidade dispensam outros pormenores. Sobreviveram aos anos em boas condições. Pertenciam a uma cozinha de uma "boa família", servindo uma numerosa prole que, já não possuindo posses para manter as suas recordações, se desfizeram de tudo... Há coisas que nunca mudam!

 

Quer continuar a fazer a história destas peças?  https://olx.pt/anuncio/potes-de-cozinha-antigos-em-cermica-IDyRZF7.html