Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

O CARTEIRO DA SAUDADE

A memória dos tempos passados é feita de objectos que a perpetuam. Aqui, cada peça conta uma história. E existe a possibilidade de ambas passarem a fazer parte da sua vida. Não falamos de antiguidades, falamos de peças com história. Desfrutem!

O Prato da Fábrica de Sant' Anna

DSCF8484.JPG

 

 

A Fábrica de Sant'Anna existe desde 1741, quando foi fundada em Lisboa, para as bandas da Basílica da Estrela, na Rua de Sant'Anna à Lapa, de onde adveio o seu nome. No inicio, era uma pequena olaria. Contudo, após o terramoto, o azulejo começou a entrar na moda, pois era um revestimento mais barato do que outros, como por exemplo, a pedra. Especializada na produção de azulejos, esta fábrica ganharia grande fôlego.

 

A Fábrica de Sant'Anna ainda hoje labora e é responsável pela manufactura, por métodos artesanais, os mesmos utilizados desde 1741, de maravilhosas obras de arte, ao nível da azulejaria e da faiança portuguesa. Sendo todo o trabalho manual, os preços praticados são altos, pelo que a exportação é um dos seus maiores mercados de escoamento.  Vale a pena visitar a fábrica e o show-room, junto à Rua da Junqueira.O presente prato foi produzido, a pedido de uma empresa laboratorial, para oferecer aos seus colaboradores mais importantes. Uma obra de arte da cerâmica portuguesa.

 

Quer continuar a fazer a história desta peça? http://olx.pt/anuncio/prato-fbrica-de-santanna-IDyyeed.html

Quem não tem uma Ceia de Cristo?

ceia.jpg

 

 

 

 

Nas casas portugueses dos nossos pais e avós nunca poderia faltar, pendurada numa parede, uma representação da Última Ceia de Cristo. De vários formatos, em papel, madeira ou em metal, as casas das nossas avós eram povoadas por este elemento pictórico, parte integrante da cultura e da religiosidade popular portuguesas. 

 

A Ceia que aqui mostramos era proveniente de uma casa portuguesa, da capital lisboeta, inserida no bairro das Avenidas Novas. Morava numa parede forrada a papel descorado pelos anos. Desprezada pelo tempo, mas bem conservada no seu metal branco, espera um futuro intemporal como o próprio Cristo.

 

Quer continuar fazer a história desta peça? http://olx.pt/anuncio/ceia-de-cristo-em-metal-nobre-IDyyehF.html